Categorias
Notícias

Investigadores do IST analisam dados de simulação sobre turbulência

As simulações permitiram observar quantidades que não seriam acessíveis de outra maneira, contribuindo para o desvendar de mecanismos cruciais em engenharia e escoamentos naturais

Recentemente inaugurada no Instituto Superior Técnico (IST), a infraestrutura de visualização tem sido muito relevante para apoiar a investigação do IST/IDMEC em física da turbulência – fenómeno naturalmente presente na natureza, que determina muitos mecanismos cruciais em engenharia e escoamento naturais: a força de arrasto exercida num comboio, o transporte e crescimento de gotículas de água dentro das nuvens e o fluxo respiratório dentro de organismos vivos são alguns dos exemplos numerosos onde escoamentos turbulentos são o mecanismo principal.

Liderado pelo Prof. Carlos Bettencourt da Silva, do departamento de engenharia mecânica (DEM) do IST, uma equipa de estudantes de doutoramento realizou e analisou um número abundante de dados de simulações de alta-fidelidade, realizadas com códigos de alta precisão desenvolvidos pelo próprio grupo.

As simulações foram realizadas em diversos centros de computação avançada da infraestrutura computacional europeia, como o Marenostrum IV, permitindo acesso à complexidade em muitas escalas dos campos turbulentos, sendo necessário algoritmos e ferramentas adequadas para extrair muitas quantidades complexas.

Nesse contexto, a nova infraestrutura de visualização do IST permite que os investigadores tenham acesso a toda essa complexidade, permitindo assim uma visualização detalhada de muitas quantidades importantes do escoamento que não seriam acessíveis de outra maneira.

A fotografia mostra um desses exemplos. Nela, é possível visualizar as iso-superfícies dos campos instantâneos de baixa pressão (vermelho) e alta vorticidade (cinza) numa pequena sub-região da maior simulação numérica direta existente de um jato turbulento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.